Referências

Siga os Números | Referências

Seção O que são dados?

(1) MEYER, Philip. The new precision journalism. Disponível aqui.

(2) LORENZ, Mirko. Por que jornalistas devem usar dados? In: Manual de Jornalismo de Dados. 2014. Disponível aqui.

(3) BELLINGER, Gene; CASTRO, Duval; MILLS, Anthony. Data, Information, Knowledge, and Wisdom. Disponível aqui.

(4) WEINBERGER, David. The Problem with the Data-Information-Knowledge-Wisdom Hierarchy. In: Harvard Business Review. 2010. Disponível aqui.

(5) DIAKOPOULOS, Nicholas. Cultivating the Landscape of Innovation in Computational Journalism. Nova York: Cuny Graduate School of Journalism, Tow-Knight Center for Entrepreneurial Journalism, 2012. 21 p. Disponível aqui.

(6) ESCOLA DE DADOS. O que são dados? Disponível aqui.

(7) BRADSHAW, Paul. O que é jornalismo de dados? In: Manual de Jornalismo de Dados. 2014. Disponível aqui.



x

x

Seção E jornalismo de dados?

(1) ROYAL, Cindy, BLASINGAME, Dale. Data journalism: An explication. #ISOJ The Journal of the International Symposium on Online Journalism, vol. 5, n. 1, 2015.

(2) STERLING, Christopher H. Encyclopedia of Journalism. Thousand Oaks: Sage Publications Inc., 2009.

(3)(17) ROGERS, Simon. Facts are sacred. Londres: Faber and Faber, 2013.

(4) KLEIN, Scott. Infographics in the time of cholera. In: ProPublica. Disponível aqui.

(5)(6) HOWARD, Alexander Benjamin. The Art and Science of Data-Driven Journalism. Nova York: Tow Center for Digital Journalism, Columbia University, 2014. (Relatório de pesquisa) Disponível aqui.

(7) BOUNEGRU, Liliana. Data Journalism in Perspective. In: Data Journalism Handbook. 2012. Disponível aqui.

(8) ÁVILA, Ana María. Periodismo de Datos: Historia y Momento Actual. In: Manual de Periodismo de Datos Iberoamericano. 2013. Disponível aqui.

(9) TRÄSEL, Marcelo. O jornalismo guiado por dados numa perspectiva brasileira. In: Manual de Jornalismo de Dados. 2014. Disponível aqui.

(10) EMC Digital Universe Study 2014. Disponível aqui.

(11) MAZOTTE, Natália. As novas fronteiras do jornalismo de dados no Brasil. Disponível aqui.

(12) RODRIGUES, Fernando; SHALDERS, André; NETZEL, Mateus; PEREIRA, Douglas. Saiba como foi feita a série ‘Panama Papers’. In: Estadão. Disponível aqui.

(13) INTERNATIONAL CONSORTIUM OF INVESTIGATIVE JOURNALISTS. About This Project: Swiss Leaks. Disponível aqui.

(14) ROGERS, Simon. Dados no noticiário: Wikileaks. In: Manual de Jornalismo de Dados. 2014. Disponível aqui.

(15) TRÄSEL, Marcelo Rushel. Entrevistando planilhas: Estudo das crenças e do ethos de um grupo de profissionais de jornalismo guiado por dados no Brasil. 2014. 311 f. Tese (Doutorado em Comunicação Social) – Faculdade de Comunicação, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

(16) BRADSHAW, Paul. Data Journalism Heist. Leanpub: 2015.


Seção O jornalismo econômico

(1) STERLING, Christopher H. Encyclopedia of Journalism. Thousand Oaks: Sage Publications Inc., 2009.

(2) CALDAS, Suely. Jornalismo Econômico. São Paulo: Contexto, 2010.

(3) QUINTÃO, Aylê-Salassié Filgueiras. O Jornalismo Econômico no Brasil depois de 1964. Rio de Janeiro: Agir, 1987.

(4)(6) PARK, Eun Yung. O estado da arte do jornalismo econômico brasileiro dos anos 50 à primeira década de 2000. In: Revista Alterjor, ano 7, vol. 1, ed. 13, jan-jun 2016, p. 66-93. São Paulo, 2016. Disponível aqui.

(5) PULITI, Paula. O juro da notícia: Jornalismo econômico pautado pelo capital financeiro. Florianópolis: Insular, 2013.

(7) KUCINSCKI, Bernardo. Jornalismo Econômico. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2007.

(8)(9) BASILE, Sidnei. Elementos de jornalismo econômico: A sociedade bem informada é uma sociedade melhor. Rio de Janeiro: Elsevier, 2011.


Seção Os dados no jornalismo econômico

(1) HOWARD, Alexander Benjamin. The Art and Science of Data-Driven Journalism. Nova York: Tow Center for Digital Journalism, Columbia University, 2014. (Relatório de pesquisa) Disponível aqui.

(2) ROUSH, Chris. Curso online S&P Global Financial Data Journalism, 2016. Apostila oferecida pelo International Center for Journalists (ICFJ), Washington, 2016.

(3)(4) LORENZ, Mirko. Modelos de Negócio para o Jornalismo de Dados. In: Manual de Jornalismo de Dados. 2014. Disponível aqui.

(5)(11) CALDAS, Suely. Jornalismo Econômico. São Paulo: Contexto, 2010.

(6) BASILE, Sidnei. Elementos de jornalismo econômico: A sociedade bem informada é uma sociedade melhor. Rio de Janeiro: Elsevier, 2011.

(7)(10)(12) YIP, Pamela. Personal Finance Beat. In: Guide to Business Beat Basics. Donald W. Reynolds National Center for Business Journalism, 2011. Disponível aqui.

(8)(9) DONALD, David. Don’t know much about algebra: Math in the newsroom. Trabalho apresentado na conferência CAR 2007, Cleveland (EUA), 2007. Disponível aqui.

(13)(14)(15) GABLER, Ellen. Tell me a story I won’t forget. Trabalho apresentado na conferência NICAR 2015, Atlanta (EUA), 2015. Disponível aqui.


Seção Como encontrar dados?

(1)(3)(4) BOYER, Brian; KEEFE, John; LINDENBERG, Friedrich; PARK, Jane; WU, Chrys. Guia rápido para o trabalho de campo. In: Manual de Jornalismo de Dados. 2014. Disponível aqui.

(2) WARDEN, Pete. A web como uma fonte de dados. In: Manual de Jornalismo de Dados. 2014. Disponível aqui.

(5) ROUSH, Chris. Curso online S&P Global Financial Data Journalism, 2016. Apostila oferecida pelo International Center for Journalists (ICFJ), Washington, 2016.

(6) FOLEGO, Thais. Bases de dados. 2016. Depoimento concedido a Mariana Segala, Uberlândia, 21 dez. 2016.

(7) RIBEIRO, Ana Paula. Bases de dados. 2016. Depoimento concedido a Mariana Segala, Uberlândia, 26 dez. 2016.


Seção Criando seu conjunto de dados

(1) NEWMAN, Nic. Media, Journalism and Technology Predictions 2016. Disponível aqui. Último acesso em 24 jan. 2016.

(2) BURN-MURDOCH, John. Quantitative Journalism: Finding and creating (!) data, and using it to tell stories. Disponível aqui. Último acesso em 24 jan. 2016.

(3) BRADSHAW, Paul. The inverted pyramid of data journalism. Disponível aqui. Último acesso em 24 jan. 2016.

(4) TORRES, Fernando. Bases de dados. 2016. Entrevista concedida por telefone a Mariana Segala, 19 dez. 2016.


Seção Como encontrar pautas nos dados?

(1)(5) BRADSHAW, Paul. Finding stories with spreadsheets. Leanpub, 2016. Edição de 16 abr. 2016.

(2) BLASTLAND, Michael. Dicas para trabalhar com números. In: Manual de Jornalismo de Dados. 2014. Disponível aqui.

(3) ROUSH, Chris. Curso online S&P Global Financial Data Journalism, 2016. Apostila oferecida pelo International Center for Journalists (ICFJ), Washington, 2016.

(4) DOIG, Steve. Newsroom math and statistics. In: Curso online Doing Journalism With Data: First Steps, Skills and Tools, 2016. Material oferecido pelo European Journalism Centre, Maastricht, 2016. Disponível aqui.


Seção As três operações fundamentais da matemática para jornalistas

(1) ALEXANDER, Andrew. Post stories that just don’t add up. Washington Post, 26 nov. 2010. Disponível aqui. Último acesso em 24 jan. 2017.

(2) BRADSHAW, Paul. Finding stories with spreadsheets. Leanpub, 2016. Edição de 16 abr. 2016. Último acesso em 24 jan. 2017.

(3) DONALD, David. Don’t know much about algebra: Math in the newsroom. Trabalho apresentado na conferência CAR 2007, Cleveland (EUA), 2007. Disponível aqui.

(4)(5) WOLFE, Debbie. Math for Journalists: Help with Numbers. Material oferecido pela Poynter News University, St. Petersburg. Disponível aqui. Último acesso em 24 jan. 2017.


Seção Visualização, o fim (ou o início?) de tudo

(1) ROGERS, Simon. Facts are sacred. Londres: Faber and Faber, 2013.

(2) MCGHEE, Geoff. Usando visualização para contar histórias. In: Manual de Jornalismo de Dados. 2014. Disponível aqui.

(3) COHEN, Sarah. A visualização como carro-chefe do jornalismo de dados. In: Manual de Jornalismo de Dados. 2014. Disponível aqui.

(4) CAIRO, Alberto. The truthful art: Data, charts and maps for communication. S.l.:New Riders, 2012.


x

x

Seção Negócios e empresas

(1) CALAIS, Alexandre. Empresas & Negócios – Por trás das cifras e balanços há pessoas responsáveis e várias interpretações. In: Formação & Informação Econômica – Jornalismo para iniciados e leigos. São Paulo: Summus, 2006.

(2) BONIFAZ, Francisco Vidal. O jornalismo de negócios continua a ser uma ‘grande escola para a vida’. IJNET – Rede de Jornalistas Internacionais, 1 out. 2014. Entrevista concedida a James Breiner. Disponível aqui. Último acesso em 25 jan. 2017.


x

x

Seção Limitada x S/A

(1) COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS. TOP – O mercado de valores mobiliários brasileiro. 3. ed. Rio de Janeiro: Comissão de Valores Mobiliários, 2014.

(2) ROSS, Stephen A.; WESTERFIELD, Randolph W.; JORDAN, Bradford D.; LAMB, Roberto. Fundamentos da administração financeira. 9. ed. Porto Alegre: Amgh Editora, 2013.

(3) TORRES, Fernando. Curso online Investigação de Empresas por meio de Balanços, 2016. Apostila oferecida pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), 2016.


x

x

Seção Balanços x Demonstrativos

(1) COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS. TOP – O mercado de valores mobiliários brasileiro. 3. ed. Rio de Janeiro: Comissão de Valores Mobiliários, 2014.


x

x

Seção Receita x Lucro

(1) ROSS, Stephen A.; WESTERFIELD, Randolph W.; JORDAN, Bradford D.; LAMB, Roberto. Fundamentos da administração financeira. 9. ed. Porto Alegre: Amgh Editora, 2013.

(2) TORRES, Fernando. Curso online Investigação de Empresas por meio de Balanços, 2016. Apostila oferecida pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), 2016.


x

x

Seção Valor de Mercado x Patrimonial

(1) RIBEIRO, Juliano Lima. Mercado de capitais: Fundamentos e técnicas. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2005.

(2) TORRES, Fernando. Curso online Investigação de Empresas por meio de Balanços, 2016. Apostila oferecida pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), 2016.


x

x

Seção Juntas comerciais

(1) COELHO, Fábio Ulhoa. Manual de Direito Comercial. 23ª edição. Saraiva: São Paulo, 2011.


x

x

Seção Para terminar: Precisamos falar sobre ética

(1) ARAÚJO, Lucas Vieira de. Apontamentos iniciais sobre a prática do jornalismo de dados à luz da ética profissional. Revista Latino-Americana de Jornalismo, ano 3, vol. 3, n. 2, jul.-dez. 2016, p. 179 a 193.

(2) KUCINSCKI, Bernardo. Jornalismo Econômico. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2007.

(3) EASTON, Lauren. AP to expand data-driven journalism with $400,000 from Knight. In: AP blog – The definitive source. 2015. Disponível aqui.

(4) FEDERAÇÃO NACIONAL DOS JORNALISTAS. Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros. 2007. Disponível aqui.

(5) SHAPIRO, Rebecca. New York Journal News Publishes Gun Owners’ Names In Westchester, Rockland Counties. In: The Huffington Post. 2012. Disponível aqui.

(6) PEREIRA JUNIOR, Luiz Costa. Guia para a edição jornalística. Petrópolis: Vozes, 2006.

(7) LAFLEUR, Jennifer. Go for accurate,  not “good enough”. Trabalho apresentado na conferência IRE 2014, San Francisco (EUA), 2014. Disponível aqui.

(8) ACCENTURE. Universal principles of data ethics: 12 guidelines for developing ethics codes. Disponível aqui.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s