BM&FBovespa

Siga os Números | Pacotes de cobertura | Finanças e investimentos pessoaisOnde encontrar dados | BM&FBovespa

Não importa se a bolsa de valores caiu, se subiu ou se ficou estável. O desempenho do mercado de ações – independentemente de qual tenha sido – é notícia TODO DIA em praticamente qualquer publicação que faça cobertura de economia.

E é por isso que partimos de um exemplo bem típico de notícia – fictícia! – para indicar os caminhos onde encontrar os dados mais relevantes e usuais sobre a sua performance. Cada frase marcada como um link conduz a uma explicação mais ampla. Confira:

Depois de uma semana agitada, o mercado brasileiro de ações terminou a sexta-feira em clima positivo. O Ibovespa encerrou o pregão com alta de 2%, puxado pelos papéis das empresas do setor de mineração – as ações da Saturno Minérios subiram 3,5%. Por outro lado, as companhias petrolíferas apresentaram desempenho negativo, em função da variação dos preços do petróleo no Oriente Médio. Os papéis da Urano Óleo e Gás, por exemplo, caíram 1% ao longo do dia. Com o resultado de hoje, o Ibovespa acumulou um avanço de 5% na semana. Mas no ano, o principal índice de ações brasileiro ainda registra uma queda de 3%.

O giro financeiro foi de R$ 8,5 bilhões, acima da média diária deste mês. Isso se explica pela oferta pública de ações da Vênus Atacadista – os papéis da empresa estrearam hoje na bolsa de valores. A oferta movimentou R$ 500 milhões, que a empresa promete utilizar para expandir as atividades nas regiões Norte e Nordeste do país. As ações da Vênus subiram 4% no pregão.

x

x


“…O Ibovespa encerrou o pregão com alta de 2%”

Sempre que você ouvir falar que “a bolsa subiu” ou “o mercado caiu”, saiba que o que efetivamente subiu ou caiu foi o Ibovespa – e não uma entidade sobrenatural como até pode parecer. O Ibovespa é, na verdade, o índice de ações mais importante da bolsa de valores brasileira (que, aliás, se chama BM&FBovespa) e representa o desempenho médio de todo o mercado.

Como? O Ibovespa é composto pelas ações mais negociadas – e cada uma tem um peso diferente, conforme a sua representatividade no mercado (ações mais importantes “valem” mais no índice e ações menos importantes “valem” menos). Essa cesta de ações, chamada de carteira teórica do Ibovespa, é atualizada a cada quatro meses – e aqui você pode conferir a composição atual do índice.

A cada minuto, os sistemas da bolsa capturam o desempenho de todas as ações incluídas no Ibovespa, ponderam os números segundo a sua representatividade no índice e dão um resultado médio, expresso em pontos. Se muitas ações estiverem caindo num determinado momento (e, principalmente, se forem ações muito importantes), a tendência é de que o Ibovespa também registre uma queda. Se, por outro lado, muitas ações estiverem subindo, o índice também vai subir.

É possível saber como o Ibovespa está se comportando num momento específico? Sim! O desempenho do índice é disponibilizado na página inicial do site da BM&FBovespa, com atualização minuto a minuto. É só abrir e bater o olho. O que você vai ver é a pontuação do Ibovespa naquele instante e a variação do índice (de alta ou de baixa) no dia, como nesta imagem:

e-book-pagina-da-bmfbovespa-cotacao-ibovespa
Clique na imagem para abri-la e ver as informações em detalhes

Outros caminhos conduzem a consultas mais detalhadas. No site Pregão Online, mantido pela BM&FBovespa, é possível acompanhar o andamento do Ibovespa ao longo do dia em um gráfico. Ao posicionar o mouse sobre um dos pontos do gráfico, o site indica qual era o pontuação e a variação do Ibovespa naquele minuto exato. Ao fim do pregão (que usualmente termina às 17h), encontra-se ali a cotação de fechamento do Ibovespa – ou seja, a última cotação verificada no dia, que serve como referência para o mercado. Assim:

e-book-pacote-de-financas-pregao-online-1
Clique na imagem para abri-la e ver as informações em detalhes

Uma terceira fonte de dados sobre o desempenho do Ibovespa é a seção Cotações do site da BM&FBovespa. Se o Pregão Eletrônico traz informações sobre o dia, Cotações amplia os gráficos para períodos maiores. Estão disponíveis os gráficos com a performance do Ibovespa (e das ações negociadas no pregão também) no dia, nos últimos 5 dias, em 1 até 6 meses, no ano e até nos últimos 5 anos. Dá para ajustar os intervalos entre cada cotação. Você pode, por exemplo, solicitar que o gráfico seja das cotações do Ibovespa a cada minuto. Ou que seja das cotações de fechamento a cada dia. Pode até solicitar um gráfico com uma cotação apenas por semana. O tutorial abaixo ensina como usar a ferramenta:

Fonte: BM&FBovespa

Voltar para a notícia


x

x

“…As ações da Saturno Minérios subiram 3,5%” / “…Os papéis da Urano Óleo e Gás, por exemplo, caíram 1% ao longo do dia”

Esse ponto da notícia explora o desempenho de ações específicas. Para encontrá-los, pode-se lançar mão das mesmas duas ferramentas que detalhamos acima. No Pregão Online, por exemplo, é fácil achar dados sobre a performance dos papéis no pregão do dia. Na aba Principal, três pequenas tabelas – localizadas logo abaixo do gráfico do Ibovespa – indicam quais foram as ações que mais subiram, as que mais caíram e as mais negociadas no dia.

e-book-pacote-de-financas-pregao-online-2
Clique na imagem para abri-la e ver as informações em detalhes

Já na aba Cotações, dentro do site Pregão Online, encontra-se uma tabela com todas as ações que compõem o Ibovespa e as respectivas cotações e oscilações no dia. Assim:

e-book-pacote-de-financas-pregao-online-4
Clique na imagem para abri-la e ver as informações em detalhes

Cada ação ocupa uma linha dessa tabela. Ela é identificada por um código (na primeira coluna da tabela) e depois pelo nome da empresa que a emitiu (na coluna “Ativo”). As colunas seguintes informam “Preço (R$)” (ou a cotação da ação) e “Oscilação (%)”, em uma determinada data e hora (essas informações constam nas duas colunas seguintes). Se você observar bem a primeira ação listada na imagem acima, verá que se trata da ação da fabricante de bebidas Ambev. Ela estava cotada a R$ 17,16, às 16h30 do dia 31 de janeiro – e, naquele preciso momento, registrava uma alta de 1,12% no dia. Não é simples?

Um parênteses: Se quiser ver um gráfico do comportamento de uma dessas ações ao longo do dia, clique no ícone de gráfico localizado nas colunas à direita da tabela.

No lado direito desta mesma página do site Pregão Online, você pode fazer uma busca por uma ação específica, em vez de ficar procurando na lista. Basta digitar ali o nome da empresa que a emitiu ou o código da ação.

Bônus: Por falar em código, é importante lembrar que cada ação negociada na BM&FBovespa é identificada por um código, formado por letras e números. Você pode descobrir o código de uma ação na página que cada empresa possui dentro do site da BM&FBovespa. Neste link, clicando no botão “Todas”, você encontra uma lista com todas elas. Escolha a empresa que interessa e clique no nome dela. Na página que abrir, procure por “Códigos de Negociação”. Pronto!

Você aprendeu como achar as cotações e oscilações de uma ação no dia pelo site Pregão Online. Mas talvez você precise encontrar gráficos com o desempenho da ação em períodos maiores. Para fazer isso, vamos recorrer à seção Cotações do site da BM&FBovespa. Ali é possível formular gráficos de até 5 anos. No campo de busca, digite o nome da empresa que interessa (ou o código da ação, que você já sabe como encontrar) e pronto. Veja:

e-book-pacote-de-financas-cotacoes-1
Clique na imagem para abri-la e ver as informações em detalhes

Essa ferramenta é uma mão na roda para quem acompanha as empresas de um determinado setor – as companhias do segmento de educação ou de saúde, por exemplo. Ela permite inserir mais de uma ação no gráfico, o que facilita a comparação do desempenho de vários papéis de uma vez. Com isso, é possível ter ideias interessantes tanto para compor o texto de uma reportagem quanto para pensar em lides diferentes.

Voltar para a notícia


x

x

“…O Ibovespa acumulou um avanço de 5% na semana. Mas no ano, o principal índice de ações brasileiro ainda registra uma queda de 3%”

As notícias sobre o mercado de ações costumam trazer breves históricos do desempenho do Ibovespa, além dos dados do dia. É o que mostra esse trecho. A bolsa de valores é um ambiente muito volátil – o que é sinônimo de dizer que, nela, tudo muda muito rapidamente. Mesmo que o desempenho em um dia seja muito positivo, a performance na semana talvez não esteja das melhores. Afinal, um dia de alta pode não ser suficiente para compensar dois ou três de queda. Informar o comportamento do Ibovespa acumulado durante a semana, o mês ou o ano é uma forma de contextualização importante dos dados.

Como encontrar esses números? Jornalistas que trabalham em veículos especializados possuem acesso a terminais pagos de informação – como os da Agência Estado, Bloomberg e Thomson Reuters – que detalham esses dados com poucos cliques. Mas também é possível obtê-los pelo site da BM&FBovespa (com alguns cliques adicionais, é verdade).

Se o jornalista tiver pelo menos algumas horas para finalizar a notícia – caso ela seja publicada no jornal do dia seguinte, por exemplo – pode recorrer a um documento atualizado diariamente pela BM&FBovespa poucas horas depois do fechamento do mercado. Trata-se do Boletim Diário do Mercado, ou BDI. É praticamente um tratado sobre tudo o que aconteceu no pregão do dia. Dados básicos sobre o desempenho do Ibovespa e dos outros índices, calculados de diferentes formas, ficam disponíveis logo nas primeiras páginas da publicação.

Como o BDI é um documento muito grande, o site da BM&FBovespa dá a opção de abrir diretamente os capítulos que interessam. Depois de abrir o link que conduz ao BDI, selecione a data do pregão que interessa. O que você vai ver em seguida é uma página assim:

e-book-pacote-de-financas-bdi-1
Clique na imagem para abri-la e ver as informações em detalhes

Para achar os dados sobre a negociação de ações, abra a aba de “Ações e outros valores mobiliários”. Os dados relativos ao desempenho do Ibovespa constam no subitem “Índices”. Você obterá vários dados históricos do Ibovespa já na primeira página. Observe o canto inferior esquerdo da capa do BDI do dia 21 de setembro de 2016:

e-book-pacote-de-financas-bdi-2
Clique na imagem para abri-la e ver as informações em detalhes

Ali estão os desempenhos acumulados pelo Ibovespa até a data do BDI. Pela tabela, verifica-se que no dia 21 de setembro de 2016 o índice subiu 1,14%. Mas no mês de setembro, até o dia 21, a alta acumulada foi menor – de 0,85%. Já em um período de 30 dias (ou “em um mês”, entre 22 de agosto e 21 de setembro), a bolsa registrou uma queda acumulada de 1,19%.

Até agora, você aprendeu a buscar dados prontos e rapidamente. Para fazer análises mais detalhadas, dispondo de mais tempo, uma importante fonte de informações é a seção Dados de Mercado do site da BM&FBovespa. Ela traz uma planilha com uma série de informações sobre o desempenho do Ibovespa, de outros índices de ações e do mercado em geral, com um rico histórico de comparações. Os dados também são atualizados todos os dias.

Voltar para a notícia


x

x

“…O giro financeiro foi de R$ 8,5 bilhões, acima da média diária deste mês”

Giro ou volume financeiro representam o total de recursos que “giraram” na bolsa de valores em negociações. Quando a notícia desse exemplo diz que o giro financeiro da BM&FBovespa foi de R$ 8,5 bilhões, significa dizer que neste único pregão descrito no texto houve negociações – compras e vendas de ações – no valor de R$ 8,5 bilhões. É muito dinheiro! Para ter uma comparação, o faturamento do ano inteiro de 2015 da B2W, empresa que é dona de marcas como Americanas.com, Submarino e Shoptime, foi de R$ 9 bilhões.

Ao longo de um pregão, é possível encontrar informações sobre o volume financeiro da BM&FBovespa nos mesmos lugares onde se acham os dados sobre as cotações. No site Pregão Online, por exemplo. Logo na página de abertura, em uma linha na parte superior, lá está o “Volume negociado” no dia, até o horário indicado à esquerda. Ao lado direito, é possível conferir o número de transações (compras e vendas) realizadas também no dia, até o mesmo horário.

e-book-pregao-online-volume-negociado
Clique na imagem para abri-la e ver as informações em detalhes

Boletim Diário do Mercado (BDI) também traz a mesma informação de maneira bastante simples. O volume financeiro apresentado no documento é o que foi registrado no encerramento do pregão do dia. O BDI faz referência a “Volume negociado no período diurno” porque o mercado de ações tem uma espécie de “prorrogação” após o fechamento. É o chamado aftermarket, um período extra de negociação no fim do dia. Então, não estranhe a menção ao período diurno.

Para encontrar o volume financeiro do pregão de ações da BM&FBovespa no BDI, adote o mesmo procedimento já explicado antes: selecione a data, depois a opção “Ações e outros valores mobiliários”, depois “Índices”. Veja onde estão as informações sobre o giro financeiro na capa do BDI do dia 21 de setembro de 2016:

e-book-bdi-21-09-16-volume-financeiro
Clique na imagem para abri-la e ver as informações em detalhes

Na tabela Dados de Mercado (já falamos dela antes), no site da BM&FBovespa, também há informações bem mais completas sobre o volume negociado no pregão – como o histórico do giro médio diário de um período de pelo menos cinco anos. Essa informação ajuda a entender como está a dinâmica do mercado acionário. Se em um determinado ano a média diária de negócios estiver muito abaixo da verificada nos anos anteriores, isso pode ser sinal de que algo aconteceu. O quê, por exemplo? Uma crise econômica, digamos, que costuma afastar investidores da bolsa de valores. Se há menos investidores operando ações, é claro que o volume de negócios irá diminuir.

Voltar para a notícia


x

x

“…Oferta pública de ações”

Você já se perguntou como as ações de uma companhia vão parar na bolsa de valores? As empresas emitem ações com o objetivo de captar recursos (dinheiro!) de potenciais sócios, usualmente com o objetivo de fazer novos investimentos e crescer. Esse processo acontece por meio de uma oferta pública de distribuição ações – um material riquíssimo sobre esse assunto (e fácil de entender!) é o capítulo 7 do livro TOP – Mercado de Valores Mobiliários Brasileiro, produzido pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Vá direto para a página 211 para ler sobre o assunto.

O site da BM&FBovespa também explica o que são ofertas públicas, além de listar os documentos referentes àquelas que estão em andamento ou às que já foram encerradas. Confira aqui!

Se a oferta é a primeira realizada pela empresa, é chamada de oferta pública inicial – ou Initial Public Offering, em inglês. Eis o famoso IPO, um dos eventos mais marcantes do mercado de ações. IPO e abertura de capital são sinônimos e representam um momento tão importante da vida corporativa, que é sempre acompanhado muito de perto pelos jornalistas. Na BM&FBovespa, costuma haver uma cerimônia em comemoração à estreia das ações de uma nova empresa no pregão. Há muita expectativa quanto ao sucesso (ou fracasso) desse tipo de operação. A empresa conseguirá levantar tanto dinheiro quanto esperava? Em que valor suas ações serão precificadas? Investidores estrangeiros ou nacionais vão representar a maior parte dos compradores dos papéis? Eles vão subir ou cair quando debutarem na bolsa?

Muitas dessas perguntas são respondidas por uma planilha acessível no site da BM&FBovespa – mais precisamente, aqui. Essa planilha é atualizada regularmente, sempre que ocorre uma nova oferta. Nela, estão sistematizadas dezenas de dados sobre cada operação – seja um IPO ou uma oferta subsequente, também chamada de follow-on. Ofertas subsequentes são novas distribuições de ações por empresas que já têm papéis negociados na bolsa.

Em geral, algumas informações específicas são as mais acompanhadas pelos jornalistas: o preço pelo qual as ações foram vendidas na oferta (coluna H da planilha), o volume de recursos levantado (coluna N da planilha) e a participação de cada tipo de investidor na operação (colunas O, P, Q e R da planilha). Mas com essa tabela nas mãos, é possível pensar em inúmeras outras apurações. Como tem sido a participação dos investidores estrangeiros nas ofertas de ações ao longo dos últimos cinco anos? Como tem variado o tamanho dos IPOs recentemente – em outras palavras, as empresas continuam conseguindo captar tanto dinheiro quanto no passado? Que setores da economia têm sido os responsáveis pela maior quantidade de IPOs? Ou de ofertas subsequentes? Há épocas do ano em que costumam acontecer mais (ou menos) ofertas?

E para finalizar: no dia da estreia de uma empresa na bolsa de valores, utilize as ferramentas que mostramos anteriormente (a seção Cotações do site da BM&FBovespa, o site Pregão Online ou o Boletim Diário do Mercado) para verificar se as ações dela subiram ou caíram.

Voltar para a notícia


Siga adiante:
Para você se inspirar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s